(21) 2239-2191 contato@couveflor.com.br
Seg - Sex / 11:45 às 16h, Sab - Dom / 11:45h às 18h

Blog

Cultura Gastronômica
15
ago

Aipo ou salsão…

O salsão (Apium graveolens) ou aipo é uma planta aromática alimentícia da família das apiáceas e sua origem é européia. Possui algumas variedades, com aromas e sabores muito característicos; destacam-se o salsão-branco, o salsão-tronchudo, o salsão-rábano, o salsão-gigante e o salsão-de-cabeça.

O salsão contém quantidades pequenas de vitamina C, cálcio, potássio, ferro, fósforo e magnésio. É rico em fibras e ajuda no controle da taxa de colesterol do sangue. Exatamente pela sua pequena quantidade de calorias é um alimento muito recomendado nas dietas de emagrecimento. O salsão também possui muitas propriedades medicinais: age como antioxidante, evitando a destruição de células, e é usado como um alimento que ajuda na digestão, além de ter efeito refrescante.

O salsão pode ser comprado em maço ou em talos soltos. Se as folhas estão abertas, com uma cor verde forte e brilhante, firmes e com os talos íntegros é fresco (nada de talos amarelados, moles e com flores).

Praticamente todas as partes do salsão podem ser utilizadas na culinária. Seus talos, de textura crocante, podem ser servidos crus em saladas ou canapés, ou então cozidos. As pontas mais firmes e as folhas podem ser usadas no preparo de sopas e caldos. Basta cortar a base, separar os talos, aparar as pontas, retirar as fibras duras e enxágüar.

Há três maneiras de cortar o salsão:

rodelas: lave os talos, segure-os firmemente, corte-os em rodelas e deixe-os escorrendo numa peneira.
lâminas: corte um talo por vez no sentido diagonal em formato de lâminas.
tiras: corte os talos em tiras finas no sentido do comprimento e recorte as tiras para ficarem finas. Em seguida, coloque-as numa tigela com água gelada durante 1 hora ou mais. Com esse procedimento, as tiras ficarão viçosas, ligeiramente enroladas e ótimas numa salada.

O salsão pode ser conservado num saco plástico aberto na gaveta de verduras da geladeira por até uma semana. Outra maneira de conservá-lo é colocar dentro de uma jarra e adicionar água o suficiente para que cubra a raiz. Deixe-a próxima de uma janela, mas sem que receba a luz direta do sol. Troque a água todos os dias.

O congelamento do salsão não é indicado, pois sua textura fica dura, a não ser que seja cortado em pedaços pequenos e seja destinado ao cozimento como ingrediente de outros pratos.

fonte: Frugal

Leave a Reply


× seis = 42